Quinta-feira, 9 de Abril de 2009

O MEU ADEUS A ARMANDO SEVERINO

Adeus Armando

 

Ninguém diga que está bem

Na fragilidade de estar vivo

Pois o Armando era Alguém

Sempre Alegre sempre Festivo

 

Deixou-nos assim de repente

Num dormir sem acordar

Deu-nos uma Páscoa diferente

Uma Páscoa para o chorar!

 

Viveu Feliz nem podia ser

De uma outra maneira

Filhos Bonitos de se ver

 

E uma esposa Companheira

Um netinho de enternecer

E mil Amigos de Primeira!

 

Até à Eternidade Amigo Armando Severino!

 

9 de Abril de 2009

publicado por Paulo César às 23:11
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O MEU ADEUS A ARMANDO SEV...

.arquivos

. Maio 2010

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Setembro 2008

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds