Segunda-feira, 24 de Abril de 2006

25 de Abril

25 de Abril

 

Não é meu nem teu, nem de ninguém

É do povo e vive em plena rua

Banhado pelo nosso sol e nossa lua

É um passo dado para mais além

 

Deveria ser trabalho para todos nós

Pão, e um mundo de oportunidades

Pontes a unir pessoas e cidades

E para todos direito a terem voz

 

Abril é de facto data muito especial

Mas não tem donos como se apregoa

Nasceu no meio das ruas desta Lisboa

 

E derramou-se por todo o nosso Portugal

Onde cada homem é do outro mais igual

E pelos seus sonhos navega e voa!

 

Poema escrito a 24 de Abril de 2006

 

sinto-me:
tags:
publicado por Paulo César às 13:57
link do post | favorito
|
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. GUARDA-CHUVA MÁGICO

. TERRA SOALHEIRA - NOTÍCIA...

. Terra Soalheira - CONVITE...

. O MEU ADEUS A ARMANDO SEV...

. a tua mão

. NO TEU OMBRO

. ...deixar o dia escorrer....

. PARABÉNS DOUTORA

. MAIS UM ANJO QUE VELA POR...

. PORQUÊ?!!!!

.arquivos

. Maio 2010

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Setembro 2008

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds