Domingo, 18 de Março de 2007

Pai

Pai

 

Pai real e Pai memória

Meu juvenil sustento

Minha história

Meu fermento!

 

Pai herói sacrificado

Meu exemplo de lar

Pai cansado!

De tanto dar!

 

Pai Querido e Amado

Memória que perdura

A vida para si foi dura

 

Dou por bem empregado

O ter sido por si gerado

E é “mal” que não tem cura!

 

18 de Março de 2007

tags:
publicado por Paulo César às 23:50
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De amordemadrugada a 28 de Março de 2007 às 23:13
Lindissimo...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. GUARDA-CHUVA MÁGICO

. TERRA SOALHEIRA - NOTÍCIA...

. Terra Soalheira - CONVITE...

. O MEU ADEUS A ARMANDO SEV...

. a tua mão

. NO TEU OMBRO

. ...deixar o dia escorrer....

. PARABÉNS DOUTORA

. MAIS UM ANJO QUE VELA POR...

. PORQUÊ?!!!!

.arquivos

. Maio 2010

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Setembro 2008

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds