Domingo, 21 de Maio de 2006

Equilibrista

(Imagem recolhida na Internet)

1982 o Princípio

 

De repente, girava em torno dele o Mundo

E todo o destino confluía como numa conspiração

E era tudo obra dele e como numa maldição

Apercebera-se que ele era o centro naquele segundo

 

Anúncios, filmes a até falas mais triviais

Tinham o sentido de secreta mensagem

E centralizava-se nele com veloz voragem

Toda a virtude e culpa dos eventos universais

 

Assim começou o estigma de um Amigo bipolar

As viagens pelos mundos de outra dimensão

Que nele convergiam por uma única razão

 

A de ter sido atingido por patologia ou mau fadar

E meus Amigos acabei por vos estar a apresentar

Este equilibrista no fino, ténue e frágil fio da razão!

 

21 de Maio de 2006

 

sinto-me:
música: Poetas Andaluces
publicado por Paulo César às 17:09
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. GUARDA-CHUVA MÁGICO

. TERRA SOALHEIRA - NOTÍCIA...

. Terra Soalheira - CONVITE...

. O MEU ADEUS A ARMANDO SEV...

. a tua mão

. NO TEU OMBRO

. ...deixar o dia escorrer....

. PARABÉNS DOUTORA

. MAIS UM ANJO QUE VELA POR...

. PORQUÊ?!!!!

.arquivos

. Maio 2010

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Setembro 2008

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds